Metodologia de Trabalho

A declaração do Fórum responde aos três verbos: ver, avaliar e agir. Para tanto, todos os processos que envolvem o FSEM, desde a sua concepção, devem envolver espaços de troca e de construção entre a sociedade civil e os mais diversos movimentos sociais envolvidos na temática migratória, com especial atenção ao espaço de fala das pessoas migrantes. Portanto, a metodologia garante em primeira instância a participação e o protagonismo migrante.

Para sua realização, e considerando as limitações necessárias ao controle e prevenção da pandemia de Covid-19 no mundo, o processo foi dividido em três etapas, sendo pré-fórum e fórum. Todas as etapas serão mediadas por delegados/as nomeados/as por representantes do Comitê Internacional e protagonizadas pelos/as próprios/as migrantes, com o objetivo de incentivar uma reflexão profunda sobre os temas em questão, os desafios e os problemas encontrados e, sobretudo, pensar coletivamente sobre possíveis convergências e alternativas.

Ao final de cada evento será produzido um documento, baseado no diagnóstico, com as principais ideias e denúncias para a construção de recomendações. Todos os documentos serão compilados para constituir a Declaração Final, fruto de cada um dos nossos compromissos, escritos em  co-construção, participação e processo democrático. A equipe responsável pela Declaração Final reunirá as propostas resultantes das atividades autogeridas e preparará uma proposta que será discutida e encaminhada para aprovação pela Assembleia dos Movimentos Sociais.

ETAPA 1

Pré-Fórum

Nos eventos serão debatidos os temas dos eixos e outros temas de acordo com o interesse das organizações participantes. Serão espaços de aprofundamento, debate e de construção coletiva.

As propostas das atividades, divididas em 4 eixos, serão apresentadas  por países europeus e serão mediadas pelos/as representantes do Comitê Internacional, com convidados/as e metodologia (presencial ou virtual) a serem definidos pelos/as próprios/as entre os meses de outubro e março. A quantidade de eventos no período sugerido também ficará a critério do grupo organizador.

Além dos eventos pré-fórum, e ainda nesta fase, será realizado 1 webinar por mês, de novembro de 2020 a fevereiro de 2021, com a proposta de abordar e debater 1 dos temas que compõe os quatro eixos já definidos para o Fórum: 1) Direitos Econômicos; 2)  Direitos Ambientais, Sociais e Culturais; 3) Direitos Humanos; e 4) Direitos Políticos.

ETAPA 2

Fórum

No Fórum, haverá um processo para a construção de um documento de luta e reivindicação, com o envolvimento de todos/as. O FSEM, portanto, será o resultado de um processo de construção coletiva e participativa.

Será realizado entre os dias 18 e 21 de março de 2021, com a presença de 80 representantes nomeados/as durante a etapa de Pré-Fórum e com transmissão ao vivo pelas redes sociais. A condução desse processo seguirá o mesmo calendário proposto, com atividades autogestionadas por eixo e uma assembleia.